BLOGGER TEMPLATES AND Tagged Layouts »

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Dos Óscares

Eu confesso que não sou nenhuma apaixonada por cinema, nem ligo muito aos Óscares por hábito. Mas este ano vi 5 dos grandes filmes nomeados, e tinha algum interesse na contenda, por isso comecei a manhã a ver os resultados.


Na verdade, o que mais me chocou foi  o sucesso de Birdman. Não dava nada pelo filme - nem pachorra para ver o trailer inteiro tive - mas a verdade é que ganhou uma grande parte daquilo que podia gahar.

No oposto, Boyhood perdeu quase tudo o que podia perder. E há burburinho por isso, que eu mais uma vez não entendo.

Acho que é óbvio que não vi nenhum dos dois filmes, mas tenho ideia que todo o buzz que rodeia Boyhood tem mais  a ver com 12 anos que demorou a ser feito do que qualquer outra coisa. E tudo bem, tinha muitas nomeações, mas houveram outros filmes com muitas nomeações que também não foram longe.

Houve até um filme com um enorme sucesso comercial que apenas ganhou uma categoria técnica. Enfim, não me que esteja a queixar.

Quanto ao NPH... eu  não vi a cerimónia, mas do que li das piadas, embora talvez fossem um pouco injustas - afinal, alguém tem culpa de haver apenas 1 grande filme de negros, ou de os atores ingleses estarem na moda? - a verdade é que foram também, de certo modo... em cheio!

Pessoalmente, acho que o que mais memorável  houve este ano foram interpretações incriveis, e mais do que quem ganhou o quê, penso que é isso que irá perdurar na memória.

5 comentários:

likecrystalwater disse...

Eu também não consigo perceber o encanto à volta do Birdman, e eu vi o filme!

TehTeh disse...

bom saber!

xoxo

Pérola disse...

Vi alguns e gosto de cinema.

Os Óscares são uma vertente comercial que pouco me diz.

Como em tudo, as opiniões são para todos os gostos.

Beijinhos

Ana S. disse...

Eu gosto de ver os oscares mas não no dia. Não tenho paciencia para ficar a noite toda acordada. No dia seguinte vejo na net o que acontece. Já vi o Birdman e não achei grande piada. Toda a gente falava que este era o grande regresso do Michael Keaton mas para mim não merece tanto estardalhaço.

Quanto ao filme do Grey, se viste o Monster's Ball com a Halle Berry (se não viste podes ver na net a cena mais importante), sabes que não é preciso um filme ser pornográfico para ter cenas de sexo mais ou menos explicitas. Claro que nem todas as partes do livro poderiam ser postas no filme mas faltou muita coisa. A sensação que fiquei foi de ter passado 125 minutos à espera de grandes momentos e no final das contas a única cena digna de registo foi a vista do apartamento.
Por exemplo: a Mrs. Robinson que tem um papel fundamental na vida do Grey não aparece. Isso é uma falha enorme para mim.
Beijos

estrela disse...

também achei o Birdman a ganhar um óscar?!!!