BLOGGER TEMPLATES AND Tagged Layouts »

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Bullying futebolístico

Sabem, às vezes não consigo evitar falar de futebol. Porque mesmo quando não lhe nenhuma, há sempre algo que me irrita. E não, não estou a falar das eleições do meu Sporting.

Estou a falar da relação dos treinadores de bancada do FC Porto com o Varela. Eu juro que não percebo a embirração, muito honestamente. O rapaz tem-se esforçado tanto, e nunca é reconhecido.

Foi dispensado do Sporting pelo sr. RiscoMeio, que depois há dois anos, se a memória não me falha, deveria estar felicissimo de o ver naquele campeonato que já nem sei de que era, para o caso não interessa, quando fazia algo que Ronaldo não conseguia: marcar golos se não me engano aos gigantes dinamarqueses.

E diga-se, aposto que para os ditos treinadores de bancada ele na altura era o maior.

O problema é que os adeptos do FCP são, entre muitas coisas, mimados e mal-habituados. E não é de ele ter sido jogador do Sporting, porque até o Izmailov já é o maior, é mesmo problema do coitado do rapaz, que nunca há-de ser tão fantástico como o James, o Atsu (santinho!) ou mesmo o já referido russo.

Até o ser.

No futebol passa-se de besta a bestial todos os dias. Mas o Varela, talvez por ser assim escurinho, normalmente é a besta.

Por isso dou os parabéns ao Villas Boas e ao Pereira por não ouvirem os barulhos de fundo, e esperarem pacientemente que o Varela esteja no dia bestial.

Até porque se eles continuam assim, por mim era: Volta pro Sporting, que estás perdoado e o sr. RiscoMeio já cá não está pra falar!

1 comentários:

Vanessa Soares disse...

Acho que não se trata só do Varela. No FCP não há espaço para erros e é esta a filosofia do clube. Lá alguém achou que o rapaz não se portou bem e passou a ser o anti-cristo do clube.